Notícias

09/05/2007 - Quarta - 15:47
O volante Roberto está no Rio de Janeiro, onde a Seleção Brasileira Sub-20 inicia a fase de preparação para o Campeonato Mundial da categoria, que será realizado em julho, no Canadá. O jogador Rubro-Negro se apresentou na segunda-feira e termina os trabalhos amanhã, quando se reapresenta ao Furacão. Os trabalhos com o treinador Nelson Rodrigues, estão sendo realizados na Granja Comary.

O volante do Furacão foi campeão Sul-Americano no início desse ano com a Seleção Sub-20. Roberto foi muito elogiado por comentaristas nas transmissões das partidas do Brasil.

Atuando pelo time principal do Atlético Paranaense, Roberto tem como objetivo conquistar uma vaga para o Mundial da categoria e disputar os jogos Olímpicos de Pequim, no ano que vem.

16/05/2006
Revelado nas categorias de base do S.C. Gaúcho, o ex-jogador alviverde João Paulo Paulino se apresentou nesta segunda-feira no Atlético-MG para disputar a Série B do campeonato brasileiro. O lateral direito foi considerado a revelação do campeonato gaúcho de 2006 em sua posição, com 4 gols. Após o término do campeonato, o atleta havia recebido interesse de vários clubes do Rio Grande do Sul e de clubes de São Paulo e Rio de Janeiro. No entanto, em parceria com seu empresário Marcio Rivellino, optou por jogar no Atlético-MG, onde poderá receber oportunidade imediata de seu técnico Lori Sandri. "O Lori recebeu ótimas referências de João Paulo e gostou de seu estilo de jogo. O mais importante é que existe a possibilidade de João Paulo atuar no Mineirão já nesta sexta-feira contra o Ituano," concluiu Rivellino, referindo-se ao fato do titular Ari (ex-Internacional) estar lesionado por ter sofrido estiramento no músculo adutor da coxa esquerda e Márcio Araújo, volante que atua improvisado na lateral, estar suspenso com terceiro cartão amarelo para a próxima partida.

Conseguir atuar em um grande time como o Atlético-MG é o sonho de muitos jovens que compõem as categorias de base do S.C. Gaúcho. "Escolhemos o Atlético-MG por ser um dos maiores times do Brasil, com um grande técnico, torcida e infra-estrutura. A equipe está bem estruturada, atualmente na segunda posição da tabela, e espero ajudar na caminhada de volta à elite do futebol brasileiro. Tenho consciência, também, que abrirei caminho para outros atletas do Gaúcho e das categorias de base a ganharem oportunidades semelhantes nos grandes times do Brasil," comentou João Paulo.

04/04/2006

Em um ano no Atlético, o zagueiro Danilo participou de 74 jogos, sendo 37 vitórias, 14 empates e 23 derrotas. Cinco gols marcados e apenas 16 cartões amarelos. Os números do zagueiro impressionam. No ano passado, o jogador disputou 57 partidas e, destas, atuou durante os noventa minutos em 55. Danilo nunca foi substituído em nenhum jogo, o que demonstra que o jogador possui a confiança dos treinadores e dá segurança à zaga atleticana.

Em 2006, o Furacão disputou 18 jogos e, destes, Danilo ficou de fora de apenas um. Ao lado do companheiro, Paulo André, o zagueiro foi o jogador que mais atuou. Com apenas 21 anos, Danilo garantiu a vaga na equipe titular do Atlético, inclusive recebendo a braçadeira de capitão na última partida, contra o Volta Redonda.

"Busco sempre melhorar meu futebol para chegar cada vez mais longe", garantiu o zagueiro. Para ele, tornar-se capitão na partida mostrou a confiança do técnico Leandro Niehues em seu futebol. "Sou titular há quase um ano e vejo isso como um voto de confiança. Ele (o técnico Leandro Niehues) convive conosco e conhece a postura dos jogadores", avaliou.

Somando Campeonato Paranaense, Copa Libertadores e Campeonato Brasileiro, Danilo foi o jogador que mais atuou com a camisa rubro-negra em 2005. Com 75% de aproveitamento, o jogador recebeu 14 cartões amarelos durante o ano e, com isso, cumpriu suspensão automática apenas três vezes. "Independente de o Atlético estar em um bom ou mau momento, eu sempre me cobro bastante. Sempre quero melhorar para poder ajudar a equipe em qualquer momento", completou.

Fonte: Clube Atlético Paranaense

29/03/2006
O atacante Wagner, atleta agenciado pela Fidelity Sports, foi negociado para o Clube Pogoń Szczecin .
 
O atleta já se apresentou ao novo clube, saiba mais no site http://www.pogonszczecin.pl
 
Fonte: Fidelity Sports
14/02/2006
Considerado o 9º melhor atacante do Brasil pela Revista Placar - edição 1287,de outubro de 2005, o atacante Borges, atleta agenciado pela Fidelity Sports, foi vendido para o clube Japonês Vegalta Sendai
14/02/2006
O Botafogo pôs fim neste domingo a um jejum de nove anos sem título e faturou a Taça Guanabara em uma final eletrizante contra o América. A vitória de 3 a 1 dá ao Alvinegro a quarta conquista da Taça Guanabara (ganhou também em 1967, 1968 e 1997). Os gols da vitória foram marcados por Scheidt, Dodô e Zé Roberto. Robert descontou.
O jogo teve dois tempos distintos. No primeiro, o América dominou e fez 1 a 0. No entanto, na segunda etapa o Botafogo voltou com tudo e conseguiu a virada assim como aconteceu na semifinal contra o Americano. Dona de três quartos do Maracanã, a torcida alvinegra fez a festa e comemorou a vaga garantida na final do Campeonato Carioca. Caso vença a Taça Rio (segundo turno), o Botafogo será o Campeão Estadual de 2006.

Técnico do Botafogo mexe no ataque
O Botafogo voltou para o segundo tempo com uma alteração. Marcelinho saiu para a entrada de Reinaldo. O Botafogo cresceu no jogo e passou a sufocar o América. E, para delírio da maioria do Maracanã, o gol de empate saiu aos 12 minutos. Lúcio Flávio cobrou escanteio da direita, o goleiro Éverton falhou e Scheidt cabeceou firme para deixar tudo igual. 1 a 1. Foi o gol de presente de aniversário do zagueiro, que na sexta-feira completou 30 anos.
Botafogo passa a tomar conta do jogo
O Botafogo tomava conta do jogo e a torcida passou a fazer a sua parte. O hino alvinegro era a trilha sonora principal e animou o time. Aos 16 minutos, Reinaldo recebeu na entrada da área, se livrou da marcação e chutou cruzado, rente à trave de Éverton arrancando o "uh" da galera. Aos 20 minutos, mais uma vez Reinaldo levou perigo ao gol do América. O atacante chutou de longe, mas a bola saiu pela linha de fundo.
Ficha técnica
Botafogo 3 x 1 América
Local: estádio do Maracanã
Data: 12/02/2006

Botafogo: Max, Ruy (Neném), Scheidt, Asprila e Bill; Thiago Xavier, Diguinho, Zé Roberto e Lucio Flavio; Marcelinho (Reinaldo) e Dodô. Técnico: Carlos Roberto.

26/10/2005
Considerado um dos cinco melhores jogadores do Torneio da Sul – Americana/Venezuela, já foi convocado dezenove vezes para a Seleção Brasileira de futebol onde marcou 2 gols.
 
Entre os títulos conquistados estão o de Campeão Paulista Infantil - Portuguesa em 2000; Campeão Copa São Paulo - Mirim em 2001; Campeão Sul Americano (Venezuela) e Vice Campeão Mundial (Peru) em 2005.




Rua Vereador José Diniz, 3725 cj 72 – Campo Belo - Pabx: 55 11 5095-5515